6 de mar de 2013

Relatório: Agente 7


Relatório do Agente 7 sobre as mudanças nos bônus do PVP nos últimos meses.
Terça-feira, cinco de Março de 2013. 22hs e 30ms.
Introdução
O presente artigo tem como alvo os agentes em início de carreira, mas também pode ajudar os intermediários e veteranos em algumas decisões. Uma vez que várias mudanças ocorreram no PVP nos últimos meses alguns podem ainda estar ignorantes sobre como proceder na hora de manejar os bônus do Arsenal ou ainda de sua coleção de heróis.




Parte I – Como foi no início:
De início o PVP utilizava um sistema simples para bônus: Cada herói recrutado adicionava um bônus e um pequeno adicional pelo nível de cada herói, isso era somado ao bônus do valor Ofensivo e Defensivo dos itens colocados no Arsenal que até então não demonstrava os valores exatos dos bônus. Então por via de regra, quanto maiores os valores melhor seria para seu time. Note que os bônus do Arsenal até então compunham um fator marcante nos bônus e a coleção de heróis era um fator de menor relevância. Então muitos jogadores que gastavam dinheiro real adquirindo ouro podiam sempre investir esse ouro na compra de itens que fornecessem bônus altos no arsenal. Não era incomum se deparar com agentes usando dez ou mais cópias de itens que custavam até sessenta e quatro barras de ouro. E assim foi por muito tempo até que a Playdom resolveu introduzir uma nova maneira de aplicar bônus aos times do PVP.

Parte II – Como passou a ser:
Em Dezembro de 2012 ao introduzir o terceiro torneio do PVP a Playdom fez com que os bônus de Arsenal tivessem um impacto menor no bônus total do time. Em contrapartida ela criou o sistema de Bônus de Elite para os Heróis que atingissem níveis acima de nove. Isso fez com que as estratégias empregadas fossem diferentes, muitos jogadores tiveram que mudar o jeito de jogar para poder competir na nova modalidade. O importante era tentar subir o nível de seus heróis o mais rápido possível e também tentar manter o nível do seu Agente o mais baixo possível no processo. Essa tática garantia que um Agente de nível relativamente baixo pudesse enfrentar novatos no jogo e assim ganhar facilmente deles, pois os iniciantes desconhecendo esse detalhe do PVP muitas vezes não tinham muitos heróis e nem mesmo muitos heróis de nível alto. Uma tática comumente empregada para evoluir seus heróis era usar exclusivamente as missões de vôo de vinte minutos repetidamente. Já os jogadores que investiam dinheiro real no jogo passaram a gastar o ouro para evoluir seus personagens de maneira mais rápida acelerando tanto o treinamento como a aquisição de experiência.



Parte III – Como é agora:
Novamente houve mudanças na maneira de gerenciar os bônus para as lutas do PVP. A Playdom resolveu fazer uma combinação de suas metodologias passadas. Ela reduziu o bônus total que os heróis fornecem e voltou a dar ênfase aos bônus do Arsenal. Então atualmente estamos jogando nesta modalidade mista, mas o que há de interessante a se aprender com essa história é do quanto o investimento financeiro ainda dita as vantagens de um jogador. A Playdom adicionou também uma premiação extra que é a roleta diária do PVP onde os Agentes podem ganhar algumas premiações após vencerem cinco lutas. Porém existem considerações a serem feitas ao se resumir cada uma destas evoluções do PVP.

Parte I : Antigamente o Arsenal ditava a maioria dos bônus do PVP e a coleção de heróis era um bônus complementar mas de baixa relevância. Então comprar várias armas ou itens que custavam até sessenta e quatro ouros ou até colocar suas armas antigas que não estavam no mesmo nível de seu Agente era comum quando surgiram os torneios.
*Considerações e detalhes: Muitas armas antigas que foram bônus de Operações Especiais acabaram indo parar no Arsenal, pois elas perdiam seu valor como equipamento em pouco tempo além de que elas davam bônus maiores dos que os itens vendidos por dois ouros nas lojas e um bônus similar a algumas das armas que custavam muito ouro.

Parte II : O foco dos bônus do PVP passou a ser os heróis e o nível deles. Muitos jogadores adotaram táticas para manter seus heróis no nível mais alto possível e manter seu Agente num nível baixo para ter mais bônus contra Agentes iniciantes de mesmo nível. Investimentos no Arsenal não compensavam mais tanto.
*Considerações e detalhes: Muitas reclamações e problemas vieram com essa mudança. Muitos Agentes não estavam preparados para elevar o nível de seus heróis em tão pouco tempo e mesmo os que investiram muito ouro no Arsenal tiveram que fazer investimentos de ouro para poder treinar seus heróis de maneira mais rápida. O “cash” que antes era empregado em itens passou a ser empregado nos heróis.

Parte III : Modalidade mista de bônus em vigor. Foco do Arsenal passou a ser mais relevante agora, então os jogadores voltaram a investir no mesmo.
*Considerações e detalhes: Embora haja uma premiação extra que a Playdom fornece na forma da roleta diária do PVP ela não deixou de aumentar o bônus de experiência que o Agente adquire ao vencer cinco lutas, isso faz com que se torne difícil não elevar o nível do seu Agente. O fato de que o nível de seus heróis ainda ajude em seus bônus é um fator positivo, mas ainda é notável como o uso de “cash” influencia os resultados através do Arsenal.
Mas aos que não desejam gastar dinheiro de verdade leiam as considerações finais para ver que ainda existe uma opção de progredir sem precisar pagar.

Considerações finais
*A tática de manter seu Agente em um nível baixo e investir na evolução dos seus heróis e do seu Arsenal ainda é empregada e bastante válida, mas ela só é efetiva até o nível cento e quarenta e sete. Nesse nível você já começa a enfrentar agentes do nível cento e cinquenta que já destravaram a última página do Arsenal através da pesquisa. Então se estiver próximo do nível cento e quarenta e sete é melhor chegar logo no nível cento e cinquenta e ter a última página extra também para manter sua competitividade.
*Os itens que custam dois ouros e que são vendidos na loja semanalmente já oferecem bônus para o Arsenal maiores ou idênticos aos das armas e equipamentos que custam, ou custavam, mais ouros. Além do fato de que com a chegada da opção de Reforjar equipamentos você pode voltar a utilizar um item que ficou fraco em relação ao nível de seu Agente pagando o valor de quarenta e oito ouros. Nota-se então que não compensa mais colocar armas únicas no seu Arsenal apenas pelo bônus que elas vão gerar.
*Ainda existem itens que podem ser adquiridos e empregados no Arsenal pelo bônus numa forma de economizar ouro. Muitos deles surgem a cada Operação Especial e alguns estão atualmente estão até entre os presentes trocados por aliados. Outras armas também podem ser adquiridas com o propósito de aumentar o bônus do Arsenal, em destaque o Facepunch (Soco na cara em português) que pode ser adquirido na Missão Premium do Luke Cage e também o Dark Sigil (Selo Sombrio de Dormammu em português) que pode ser obtido na Missão Premium do Dr. Estranho, é aconselhável que antes garanta pelo menos um item de cada para uso e caso obtenha cópias extras deles que os use no Arsenal. A partir do nível cento e sessenta e cinco (se não estiver enganado) também existe a chance de obter equipamentos que apresentam altos bônus pro Arsenal em mobilizações e roletas de chefes, já estes equipamentos não apresentam habilidades que os tornem interessantes para uso, então eles podem ser usados no Arsenal sem receio.

Fim do relatório do Agente 7.

Nenhum comentário:

Postar um comentário